domingo, março 29, 2009

pois foi, ontem ía mesmo morrendo. Isto pensava eu naquela altura. Foi horrivel. Só pensava que não queria morrer tão nova e que ainda tinha tantas coisas para fazer e sonhos a realizar.
Nunca me tinha acontecido, andei de ambulancia pela primeira vez e acreditem que odiei, parece que nunca mais chegava. Só me apetecia batar em determinados enfermeiros, estagiários que não têm muito jeito para aquilo.
aqueles tremores que nao passavam nunca, e eu pensava que nunca iriam passar. Só pensava que não queria ficar assim para sempre.
neste momento sinto um medo enorme que tudo volte acontecer.
nao quero, é que nao quero mesmo... que medo.. que vergonha. tudo..
e eu sem força sentada ali, houve uma altura que já nem a cabeça conseguia segurar, os olhos cada vez mais pesados, mas eu nao dormia e ouvia tudo a minha volta. quando pensava na minha mae, os tremores voltavam e chegaram mesmo a cair lagrimas.

sinto-me muito cansada mesmo tendo dormido o dia todo...

sexta-feira, março 27, 2009

Deolinda - "mal por mal"

"Já sou quem tu queres que eu seja,
Tenho emprego e uma vida normal.
Mas quando acordo e não sei
Quem eu sou, quem me tornei
Eu começo a bater mal.
O teu bem faz-me tão mal!
Já me enquadro na tua estrutura.
Não ofendo a tua moral.
Mas quando me impões o meu bem
Eu ainda sinto aquém.
O teu bem faz-me tão mal,
O teu bem faz-me tão mal!
Sei que esperas que não desiluda,
Que por bem siga o teu ideal.
Mas não quero seguir ninguém
Por mais que me queiras bem.
O teu bem faz-me tão mal,
O teu bem faz-me tão mal!
Sei que me vais virar do avesso
Se eu te disser foi em mim que apostei.
Não, não é nada que me rale
Mesmo que me faças mal.
Do avesso eu te direi:
O teu mal faz-me tão bem!"

segunda-feira, março 23, 2009

hoje sinto-me descansada. acho que devia ter feito mais e nao fiz, mas pronto, dei aquele primeiro passo e isso já é muito bom. nao sei quanto tempo conseguirei aguentar, mas vou tentar.
preciso desta vida, mais descansada, mais livre de problemas, sentir-me mais leve e sentir-me bem. preciso mesmo disso.
paz...
hoje o sol nao esteve no seu auge mas nao teve mal de todo.
perdi muito no jogo.. nao deveria ter sido assim. foi so nisso que falhei hojem, ah e no facto de nao ter tocado num unico livro. mas amanha remendo essa falha.
alimentaçao saudavel.
hidroginastica por causa do ombro.
corridinha ao fim da tarde.
foram os pontos positivos do dia de hoje. vamos la ver como corre amanha..
bem, vou comer os legumes e vestir o pijama...

quero-me apaixonar...

domingo, março 08, 2009

desculpa lá - Diana Lucas

com algumas alterações - para ti amiga
"Desculpa lá se não te disse tudo o que eu queria dizer.
Desculpa lá se quis ser perfeita ainda assim te fiz sofrer.
Não foste só mais uma, eu posso jurar ainda que não queiras acreditar.
Ai se eu pode-se fazer o tempo voltar atrás.
Mas sei que não basta pedir-te perdão.
Foi uma loucura perdi a razão.
Mas senão dá se já não dá desculpa lá.
Desculpa lá
se escondi o jogo e acabei por trair.
Desculpa lá
agora sei que a amizade não nos deixa mentir.
É tarde e estou só e só vou ficar.
Tu não me perdoas não posso voltar
Mas senão dá
se já não dá
desculpa lá.
Desculpa lá se quis levar-te a jogo e te fiz perder
Desculpa lá por ter dado as cartas sem as conhecer
Agora que eu volto só tens de me ouvir
Depois me dirás se volto a partir ai se eu pode-se fazer o tempo voltar atrás.
Mas sei que não basta pedir-te perdão.
Foi uma loucura perdi a razão
Mas senão dá
se já não dá
desculpa lá.
Desculpa lá
Desculpa lá
Desculpa lá
Ohh-ohh
Mas senão dá
se já não dá
desculpa lá."
Realmente e muito provavelmente é a ti que quero ou pelo menos que gostava de querer. Não sei se quero mesmo, mas a tua indiferença momentanea põe-me a pensar que se calhar poderia arriscar. Mas o medo apodera-se sempre de mim. O receio de voltar a sofrer.
Quem me dera estar loucamente apaixonada por ti, quem me dera sentir-te loucamente apaixonado por mim.
Adorei ver-te e tocar-te e ter a tua atenção.
Senti saudades dos meus 16 anos e daqueles momentos que vivemos. Agora tudo diferente. Mas será que ja não estava da hora de voltar a ser como antes?
Gosto de alguma coisas em ti e na tua vida, obviamente que não és perfeito, aliás ninguém é. Contudo penso que és mais maduro que alogumas pessoas, não sei se sabes realmente o que queres para a tua vida, mas também não importa.
Sei muito pouco sobre ti ou sobre a tua vida e tudo o que sei é porque fui descobrindo por acaso. Dizes que a razão de eu não saber é culpa minha, que não quero saber. Um dia ficas-te admirado quando te disse que o teu prato favorito é arroz de marisco, a tua cor de eleição é o azul e sabia mais que agora não me recordo.
Gostava de viajar contigo, és mais viajado que eu e por conseguinte mais culto, talvez mesmo por seres mais velho.
Gosto da tua vaidade, irrita-me um pouco a tua excessiva arrumação.
Vestes-te adquadamente à tua idade, também tens um emprego que te obriga a isso.
Nunca me ofereceste absolutamente nada mas também não importa, contudo por vezes ficava-te bem. :)
Adoro quando me ligas em todos os meus aniversários sem nunca te esqueceres.
Não gosto quando não me respondes ás mensagens.
Não gosto de não saber o que realmente significo para ti e o que realmente pensas de mim. Concerteza não sabes quase nada da minha vida, contudo demonstrar preocupação de vez em quando e isso é bom.
simplesmente gosto de ti e gostava que este sentimento fosse crescendo até um dia.........quem sabe..



um beijo de bom dia para si =)

terça-feira, março 03, 2009

nao foi naquele dia. mas será mais cedo ou mais tarde. eu aviso.

segunda-feira, março 02, 2009